30 de mar de 2012

1971: Projeto de um estádio para Sport apontado como a “Mais bela praça de desportos do mundo”.


Estádio Presidente Médici

Localização: Joana Bezerra
Capacidade: 140 mil pessoas
Área total: 26 hectares
Lançamento: 6 de agosto de 1971
Construtora: Hofmann Bosworth Eng. S/A
Projeto: Oscar Niemeyer
Inauguração: prevista para 36 meses
Presidente do Sport: Ivan Ruy de A. Oliveira

Uma obra inacreditável, apontada como a “mais bela praça de desportos do mundo” e assinada pelo mais renomado arquiteto brasileiro, Oscar Niemeyer, que pela primeira vez apresentava um projeto para o Nordeste. E logo o segundo maior estádio do mundo, inferior apenas ao Maracanã. O projeto – cujo nome foi autorizado pelo então presidente da República, general Emílio Garrastazu Médici – ficaria a menos de um quilômetro da Ilha do Retiro. O estádio seria completamente coberto, dividido pelos seguintes setores: arquibancada (90 mil lugares); popular (25 mil); cadeiras (24 mil) e camarotes (1 mil).
Duas rampas de acesso de 120 metros de largura foram elaboradas para escoar todos os torcedores em apenas 12 minutos. Já o estacionamento teria vaga para 5 mil carros. Cerca de 3 mil cadeiras chegaram a ser vendidas. Mas o sonho parou na maquete e na terraplanagem da área. O motivo? Dívidas, muitas dívidas, como lembrou Sílvio Pessoa, que presidiu o Sport em 1973 e 1974, na época na qual o projeto foi abortado. “O Sport estava devendo dinheiro a Deus e ao mundo. Até o terreno, cedido pela família Brennand, foi negociado para amortizar o débito”, disse o ex-dirigente.


Foto: Arquivo/DP

0 comentários:

Postar um comentário